fbpx

O que fazer em Buenos Aires em 4 dias

Por Lizandra Telles
O que fazer em Buenos Aires em 4 dias - Obelisco

Buenos Aires é uma cidade com várias atrações para serem exploradas. Mas tem poucos dias para conhecer a cidade? Então, pretendo te contar o que fazer em Buenos Aires em 4 dias.

Não é de se surpreender que Buenos Aires tenha caído tanto na graça de viajantes brasileiros, com suas avenidas arborizadas, lindos prédios históricos, teatros e casas coloridas, além dos tradicionais shows de tango.

É uma cidade para aproveitar em uma viagem com família, amigos e até mesmo viajando sozinha, que foi minha opção.

Buenos Aires permite que você se desloque entre certos pontos turísticos a pé. O bairro de Palermo é um local muito agradável para conhecê-lo caminhando, repleto de parques e árvores.

Através desse roteiro, coloquei o que fazer em Buenos Aires em 4 dias.

É obrigatório fazer seguro de viagem para a Argentina?

Fazer seguro de viagem para a Argentina não é obrigatório, como em países da Europa, mas trará bem mais segurança e tranquilidade em sua viagem.

Um seguro de viagem te protege de qualquer mal-estar, de possíveis cancelamentos de voo de última hora ou extravios de bagagem.

Já fez seu seguro de viagem para a Argentina? É sempre importante você viajar com seguro de viagem. Faça um seguro com a melhor cobertura e menor preço pelos Seguros Promo, site que sempre utilizo e indico.

Onde se hospedar em Buenos Aires?

A hospedagem no centro de Buenos Aires é mais barata em relação a outros locais na cidade, sendo uma ótima opção se vai viajar para a cidade pela primeira vez, mas preste atenção nas avaliações.

Eu posso indicar o Hostel Milhouse Avenue, como opção de hostel no centro. Já hotéis indico os melhores avaliados: 725 Continental e Park Silver Obelisco.

Mas se prefere gastar mais com hospedagem e ficar num local mais nobre, indico a região de Palermo.

Indico os hotéis melhores avaliados na região de Palermo: Syrah Suites e Hotel Palermo.

>>>Hospedagem em Buenos Aires: Reserve aqui sua hospedagem em oferta

Booking.com

Saiba o que fazer em Buenos Aires em 4 dias

Dia 1 – Centro de Buenos Aires

Eu fiquei hospedada na Avenida de Mayo em Buenos Aires, no Hostel Milhouse Avenue, então optei por começar meu roteiro conhecendo essa região.

O centro de Buenos Aires é repleto de prédios antigos, que contam muito sobre a história da cidade.

Comecei pela Plaza de Mayo, que é uma das praças mais importantes da cidade. Embora geralmente não seja considerado um lugar para relaxar, como alguns outros parques e praças da região, é um local com grande papel na história de Buenos Aires.

Caminhando ao redor da Plaza de Mayo você encontrará vários pontos turísticos interessantes: a Casa Rosada, o Museo del Bicentenario, a Catedral Metropolitana, o Cabildo e a Pirâmide de Mayo.

Casa Rosada

A Casa Rosada é a sede presidencial de Buenos Aires, o edifício foi declarado Patrimônio Histórico Nacional. Enquanto a família presidencial não mora aqui, é onde ela trabalha diariamente.

A sede presidencial permite visitas, mas você deve pedir permissão, com pelo menos 15 dias de antecedência no site da Casa Rosada. As visitas são aos sábados, domingos e feriados das 10:00 às 18:00 h.

Catedral Metropolitana

Um local que você deve visitar nessa região é a Catedral Metropolitana, sempre gosto de conhecer as igrejas dos locais que visito e essa até me deixou emocionada, aproveitei para pegar parte da missa do dia.

A Catedral Metropolitana foi toda construída em estilo neoclássico. O altar é construído em estilo rococó, eu achei muito bonito.

Cabildo

El Cabildo foi o primeiro edifício do governo em Buenos Aires. É um museu que mudou muitas vezes ao longo da história, mas muitos dos arcos originais permanecem.

Há um mercado no pátio dos fundos às quintas e sextas-feiras, e você pode ver muitos artefatos dos primeiros dias da Argentina no museu.

Pirâmide de Mayo

A Pirâmide de Mayo comemora a revolução que começou em 1810 e terminou com a independência da Argentina em 1816.

A pirâmide é realmente dedicada aos próprios revolucionários, mas permanece em lembrança de toda a revolução.

Museo del Bicentenario

Do lado da Casa Rosada fica o Museu do Bicentenário, que mostra diversos testemunhos ao longo da história de Buenos Aires desde a sua independência.

No museu há também o famoso mural “Exercício Plástico” do artista mexicano David Alfaro Siqueiros. A entrada é gratuita. Horários: De maio a novembro 10:00-18:00 h. De dezembro a abril 11:00-19:00 h.

 Continue caminhando até a Avenida 9 de Julio, nela estão o Obelisco de Buenos Aires e o Teatro Cólon.

Obelisco de Buenos Aires

O Obelisco pode ser visto na maioria dos pontos do centro da cidade de Buenos Aires, o monumento histórico foi erguido em comemoração aos 400 anos de Buenos Aires. Sua inauguração foi em maio de 1936. 

O monumento fica bem no meio da Avenida 9 de Julio, avenida de 140 metros de largura. A Avenida 9 de Julio detém o recorde de ser a rua mais larga do mundo.

Teatro Colón

O Teatro Colón é considerado um dos melhores edifícios para ópera do mundo, o local é reconhecido internacionalmente por sua acústica e seu valor patrimonial, mostrando a influência italiana e francesa na arquitetura cultural da Argentina. 

O edifício está situado em uma localização privilegiada do centro da cidade, entre as ruas Cerrito, Viamonte, Tucumán e Libertad.

Gosta de comer empanadas? Comi as melhores da minha vida em La Junta de 1810, que fica na Avenida de Mayo.

Agende seu passeio em Buenos Aires:

Dia 02 – San Telmo e La Boca

San Telmo

San Telmo é o bairro mais antigo de Buenos Aires. O bairro é repleto de ruas de paralelepípedos e arquitetura colonial antiga, a área é bem popular entre os turistas.

Na região de San Telmo você encontrará estátuas da Mafalda, a famosa personagem do cartunista argentino Quino.

Eu encontrei por acaso a estátua da Mafalda com seus melhores amigos, que depois descobri que fica na Calle Chile, 371. Prepare-se para ter muita concorrência na hora de tirar a foto

Marque para visitar San Telmo no domingo, para aproveitar a Feira de San Telmo.

Feira de domingo

A Feira de San Telmo é realizada todos os domingos ao longo do ano e é provavelmente a atração mais famosa da região.

Todos os domingos, moradores e turistas lotam a Calle Defensa e a Plaza Dorrego para visitar as muitas barracas que vendem antiguidades, artesanato e lembranças.

Historicamente, a feira começou com apenas vendedores de antiguidades na Plaza Dorrego. Com o tempo, a rua que liga à praça mais importante da cidade, a Plaza de Mayo, também ficou cheia de barracas.

A feira é um ótimo lugar para se visitar durante a manhã, já que é menos lotada. Além disso, a Calle Defensa está repleta de restaurantes onde você pode almoçar.

Não se esqueça de passar na La Vaca Lechera de San Telmo, onde você irá encontrar deliciosos alfajores com um precinho bastante camarada, também vale a pena comprar o doce de leite.

Artigo: Viajar sozinha para Buenos Aires é seguro?

La Boca

O bairro de La Boca é repleto de música, casas coloridas, artistas de rua e referências ao tango e futebol. A área mantém um forte ar europeu, com muitos de seus primeiros colonos originários da cidade italiana de Gênova. 

É aqui que você pode visitar um dos estádios de futebol mais populares da América do Sul, o estádio La Bombonera, do Club Atlético Boca Juniors. Passei somente em frente ao estádio de Uber, pois não ligo muito para futebol.

Visite o El Caminito, que significa “pequena passagem”, é um museu de rua e um beco tradicional em La Boca. Esse é local que você deve tirar uma bela foto. 

A rua apresenta vendedores ambulantes oferecendo sua arte, artistas de rua tocando música e barracas oferecendo de tudo que você pode imaginar. 

Casas coloridas se alinham em cada lado da rua e performances improvisadas são frequentemente realizadas por talentosos dançarinos de tango. 

Embora seja o local ideal para conhecer a cultura argentina, lembre-se de ter cuidado em El Caminito, pois os turistas às vezes são alvos de roubo.

Dia 03 – Palermo

Palermo é o maior bairro de Buenos Aires e é subdividido informalmente em diferentes áreas.

Você ouvirá sobre o Palermo Soho ou Palermo Hollywood, por exemplo, entre muitos outros nomes usados ​​para os diferentes lugares do bairro. 

A razão disso é que Palermo é tão grande quanto uma cidade pequena, falo isso com propriedade pois caminhei bastante pelo bairro.

Palermo tem os melhores parques de Buenos Aires. Não há outro lugar onde você encontrará tantos jardins, flores, lagos e belos monumentos. 

Dependendo dos seus interesses, você pode escolher o que visitar. Palermo abriga o Jardim Botânico de Buenos Aires, o Jardim Japonês, o Rosedal e o Parque 3 de Febrero.

Palermo é o lugar mais moderno para sair em Buenos Aires e muito seguro à noite.

A maioria dos restaurantes, bares e discotecas de Buenos Aires estão localizados em Palermo Soho. Esta área está localizada entre a Avenida Santa Fé e Avenida Cordoba.

Dia 4 – Compras em Buenos Aires – Calle Florida

Gosta de fazer comprinhas? Deixe um dia para caminhar com calma pela Calle Florida.

Na Calle Florida você pode visitar o shopping Galerías Pacífico, local de compras queridinho dos brasileiros em Buenos Aires. O prédio é muito bonito, vale a pena fazer a visita mesmo se não for fazer compras.

Gostou das dicas sobre o que fazer em Buenos Aires em 4 dias? Tem mais alguma sugestão? Coloque nos comentários.

Compartilhe esse roteiro com suas amigas e amigos viajantes. Boa viagem!

Planeje sua viagem com Roteiros para Viajantes

Faça seu seguro de viagem com menor preço! Em parceria com a Seguros Promo indicamos aos nossos leitores o melhor preço de seguro de viagem.

Faça sua reserva de hostel, hotel ou apartamento por aqui através de nosso parceiro Booking

Alugue seu carro aqui! Indicamos a melhor opção de preço e qualidade para você através de nosso parceiro Rentcars.

VOCÊ PODE GOSTAR

Escreva um comentário